Comissões Eleitorais Regionais deram um show de INCOMPETˆÊNCIA nas eleições do sistema CONFEA/CREA

Comissões Eleitorais Regionais deram um show de INCOMPETÊNCIA nas eleições do sistema CONFEA/CREA

05/10/2020 - 09:09

As eleições do sistema CONFEA/CREA sempre foram marcadas com chuvas de processos, suspeitas de fraudes eleitorais conhecidas por muitos profissionais, que denunciam, mas nada acontece e estas eleições, infelizmente não foram diferentes.

O pior caso de todos aconteceu em São Paulo, onde o candidato e atual presidente Vinícius Marchese concorrera a um terceiro mandato e debaixo de uma onda de protestos, até que finalmente uma decisão mandou que seu nome fosse removido da lista de candidatos, mas a decisão foi desobedecida pelo CREA-SP e as eleições por lá correm o risco de serem anuladas. Inclusive um áudio de um profissional faz um denúncia grave sobre todo o acontecimento, com informações até mesmo sobre a criação de um candidato fantasma para servir de estratégia eleitoral. Ouça o áudio abaixo:

Veja também o print da própria página do CREA-SP com este suposto candidato fantasma que consta no áudio da denúncia do profissional. Veja abaixo:

 

Candidato fantasma nas eleições do CONFEA/CREA

No Rio de Janeiro não seria diferente, pois assim como em todo Brasil, há relatos de que profissionais, mesmo escolhendo e tendo confirmado seu local de votação, bateram com a cara na porta com a notícia de que seus nomes não constavam na lista, alguns foram enviados para cidades com distância acima de 100km e impedidos de realizar seu voto. Inclusive há uma denúncia formal de uma profissional relatando o problema. Veja abaixo:

Veja aqui o documento completo

Na Bahia inúmeras urnas tiveram o número de assinaturas diferentes do número de votos e as eleições foram ganhas com a diferença de apenas 1 voto. Veja abaixo:

Uma bagunça desacerbada. Mas de quem será a culpa?

Os culpados começam a aparecer, na verdade, quando alguns poucos profissionais clamam para que os mais de um milhão de profissionais registrados no  CONFEA tomem uma atitude de pelo menos participar um pouco mais dos acontecimentos do Conselho que regulamenta sua profissão. Quando há uma convocação em massa para que todos os profissionais façam uma manifestação em todo país e menos de 30 pessoas aparecem, somente em Minas Gerais. Os culpados aparecem por sua omissão ao sistema. 

Verdade é que os profissionais de engenharia não ligam se estão usando seu dinheiro para fins diversos que não são para melhorias dos profissionais de engenharia.

Exemplos claros são:

  1. Quando fizemos uma live com os maiores nomes da tecnologia do Brasil, provando que eleições online seriam sim possíveis, em tempo hábil e muito mais econômicas e logo após abrimos um abaixo assinado onde menos de 900 pessoas colocaram seus nomes. 
  2. Quando houve uma denúncia sobre as resoluções dos CFT (Conselho Federal dos Técnicos) e CFTA (Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas) estarem dando atribuições de profissionais de curso superior a profissionais de ensino médio e os próprios engenheiros se omitiram em pelo menos manifestar suas opiniões contrárias.
  3. Quando profissionais convocaram uma manifestação em todo Brasil, mas apenas alguns poucos envolvidos compareceram.
  4. Quando profissionais deixam de denunciar empresas que pagam abaixo do piso salarial com medo de perderem seus empregos, sendo que as denúncias são anonimas.
  5. Quando pessoas vendem ARTs pela internet e os profissionais se calam.

Entre outros acontecimentos em que os próprios profissionais de engenharia se omitem, mas continuam trabalhando na Uber por falta de oportunidade, sendo que os próprios não se movem e nem fazem algo em relação ao que estão passando. Reclamar não adianta! 

Sim! O maior culpado É VOCÊ! 

DISCORDA?? Comenta aqui embaixo e me prove que estou errado!

Você precisa estar cadastrado para enviar comentários.
Clique aqui e cadastre-se.